top of page

Duck River Agriculture e as vantagens da gestão assente em dados



A Duck River Agriculture, fundada em 2019, é atualmente um dos maiores investidores na cultura da amêndoa em Portugal, com 2600 hectares de pomares plantados em Idanha-a-Nova e no Baixo Alentejo, e é também um novo player no setor do azeite, depois de ter adquirido, em 2022, a empresa Olivais do Sul e os seus ativos: mais de 630 hectares de olivais e um lagar, em Portel e em Campo Maior.


“A compra da Olivais do Sul foi motivada pela segurança do direito à água, as herdades têm quase toda a sua área dentro dos perímetros de rega e isso é raro hoje em dia em Portugal; outras razões são a possibilidade de integração de uma excelente equipa de campo e lagar já existente; a diversificação do negócio e a expansão para o setor agroindustrial”, explica Duarte Correia, sócio-gerente da Duck River Agriculture.


A gestão da empresa está assente na recolha e na análise permanente de dados sobre operações culturais, aplicação de fatores de produção e desempenho de recursos humanos, visando a eficiência e a rentabilidade. “Quanto mais dados conseguirmos recolher, melhores decisões conseguiremos tomar”, garante Duarte Correia.


Gerir a rega e a fertilização de milhões de amendoeiras e oliveiras não é tarefa fácil e, por isso mesmo, a empresa criou um Departamento de Rega com equipas dedicadas em exclusivo a estas tarefas. Tudo começa com a recolha de informação através de sensores proximais a três níveis: no solo (sondas capacitivas para leitura da humidade do terreno), na planta (dendrómetros que medem o stress hídrico das plantas através da leitura de microvariações no diâmetro do tronco) e no ambiente (estações agrometeorológicas). Estes dados são apresentados na plataforma informática e App Irristrat, desenvolvida e comercializada pela Hidrosoph, apoiando as equipas de rega da Duck River Agriculture na tomada de decisão. Todas as operações são centralizadas e desencadeadas a partir de outra plataforma de gestão que comunica em tempo real com os programadores dos sistemas de rega instalados em todas as herdades da empresa.


"Cestas ferramentas da Hidrosoph e o nosso software de gestão de rega ajustamos a rega em cada momento à evapotranspiração e, por conseguinte, às necessidades reais da planta. Sabemos ao dia o que regámos e a rega é planeada à semana, em função das previsões meteorológicas e do estado do solo e das plantas”, explica Duarte Correia.



A Duck River Agriculture colabora com a Associação de Regantes e Beneficiários de Idanha-a-Nova (ARBI) na medição das perdas de água no regadio da região, através da instalação de caudalímetros (canal Parshall) nas linhas de água que drenam as herdades. “Nós e a grande maioria dos agricultores do perímetro estamos a ser eficientes, mas há perdas elevadas de água nos canais de distribuição antes de chegar ao agricultor”, explica Duarte Correia, acrescentando: “o nosso sonho é reabilitar o perímetro, que tem mais de 75 anos, colocando sob conduta todo o sistema de distribuição de água. O projeto está em curso e esperamos poder iniciar as obras com o apoio das verbas do próximo Quadro Comunitário”, conclui o também vice-presidente da ARBI.



Comments


Av. Eng.º Duarte Pacheco, Amoreiras, Torre 1, Piso 4 Sala 7

1070-101 Lisboa Portugal

geral@duckriveragriculture.com
© Copyright 2019-2022. Todos os direitos reservados

bottom of page